6 de março de 2018

À espera de Betina | Ensaio Gestante

Família

 

Florescer
verbo

transitivo direto e intransitivo
cobrir(-se) de flores; dar ou fazer brotar flores; enflorar.

intransitivo
fig. tornar-se próspero; desenvolver-se, medrar.

transitivo direto e intransitivo

fig. distinguir-se ou conferir distinção a; brilhar ou fazer brilhar.


PS: Para quem está visitando o meu blog pela primeira vez ou para quem quiser ficar por dentro das novidades em primeira mão, basta curtir minha página no Facebook e meu “perfil” no instagram com muitas imagens de Fotografia Documental, Lifestyle e Retratos!

SHARE
Related Posts
Featured
Paulo e Thais | Ensaio Gestante
Muitas pessoas tem me procurado para saber mais sobre o Ensaio de Gestantes. Trata-se de um momento muito marcante na vida de uma mulher. As fotos normalmente são feitas no oitavo mês, lá pelas 32 semanas mas não é regra, algumas mulheres preferem fazer antes pois se sentem mais dispostas. A locação pode ser desde sua casa até locais abertos. O segredo é que seja um local confortável para a gestante. O ensaio pode durar até 4h o que na verdade não é muito pois não fazemos fotos todo o tempo. Conversamos muito sobre sentimentos, sensações e desejos. Assim consigo me conectar com a gestante ou o casal para tentar trazer a essência deles ...
Leia mais.
Lú e Rogério | Ensaio Gestante
Angra dos Reis - RJ Para começar a semana eu gostaria de contar para vocês sobre a experiência de fotografar navegando. Um casal muito querido, me convidou para fazer suas fotos gestantes em Angra. Quando a Lú me perguntou se eu topava, nem titubeei. Como boa mineira, nada melhor que uma oportunidade de ver o mar e sentir aquela brisa maravilhosa. Fomos juntos para Angra e já no caminho, fiz algumas fotos do percurso e conversamos muito. Aquela oportunidade de algumas horas no carro, era perfeita para nos conhecermos ainda mais e fazer com que as fotos do dia seguinte fossem leves e espontâneas. Foi uma experiência única. Minha pr ...
Leia mais.
Família Rocha Borba | Ensaio de Família
"Meu pai nasceu surdo. Ele é do Paraná. Como é o filho mais velho ele sempre teve que levar comida para mesa. Então sempre foi empreendedor nato. Já trabalhou vendendo frutas que colhia, trabalhou na roça, foi engraxate de rua, cabeleireiro e então começou a trabalhar com construção e virou pedreiro. Começou a fazer negócio construindo casas vendendo e alugando. Ele veio para Floripa há mais de 26 anos atrás, veio pedindo carona e morou em uma barraca nos primeiros dias. Foi quando ele conheceu a minha mãe no ônibus. Ela é manezinha, de uma família antiga aqui daqui. Na época a mãe não sabia nada de Libras mas foi aprendendo. Ela se formou em ...
Leia mais.